Como cuidar das varizes e evitar doenças vasculares na quarentena?

Especialista dá dicas para evitar complicações e destaca a importância de manter acompanhamento online com o médico durante a pandemia de Covid-19

Além da estética, as varizes são um problema que podem afetar a saúde e a qualidade de vida. Em alguns casos, o indivíduo possui dificuldade para se locomover e pode, até mesmo, desenvolver doenças vasculares mais graves. Por isso, quem sofre com este tipo de doença precisa de acompanhamento médico constante. Porém, como fazer isso em época de pandemia e isolamento social?

A principal recomendação de diversos especialistas pelo mundo, incluindo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é que, durante a pandemia do novo coronavírus, todas as pessoas permaneçam em casa e saiam apenas em casos de emergências. Como uma maneira de facilitar o acesso a saúde no Brasil e evitar que a população saia de suas residências sem necessidade, o Conselho Federal de Medicina regulamentou o uso da telemedicina nesse período. Ou seja, todos podem procurar auxílio médico através das plataformas digitais e por telefone.

Cuidando das pernas em casa

Como as varizes são um problema que pode ser controlado, o angiologista Guilherme Jonas diz que esse é o momento de redobrar os cuidados em casa. “O primeiro passo é seguir à risca tudo o que seu médico já tiver recomendado. Siga as orientações caso faça uso de algum medicamento e evite a automedicação. Caso tenha qualquer sintoma ou dúvida, não hesite em buscar ajuda profissional pelos meios online”, ressalta.

Já em casa, Guilherme Jonas indica que é o momento de investir em hábitos saudáveis, como uma boa alimentação e exercícios físicos. “O principal vilão no isolamento é o sedentarismo. Com a impossibilidade de sair de casa, muitas pessoas tendem a ficar mais tempo paradas e isso pode ser prejudicial para toda a saúde do organismo”, enfatiza.

Além de piorar o quadro de varizes, o sedentarismo também pode levar à trombose. “Por isso, é tão importante se manter em movimento. A indicação é fazer diariamente uma série de exercícios. Para quem mora em um local pequeno, pode fazer alongamentos, por exemplo. E, para quem possui um quintal em casa, uma dica é optar por algum esporte junto com a família. Até mesmo escadas podem ser utilizadas para manter as pernas em movimento”, orienta Guilherme.

Serviço

Caso tenha alguma dúvida, o angiologista Guilherme Jonas compartilha dicas diárias de cuidados com as pernas e com a saúde vascular nesse período de quarentena.

Entre em contato pelas redes sociais: @drguilhermejonas

Fonte: Guilherme Jonas, médico angiologista e cirurgião vascular, especialista em cirurgia vascular pela SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular). CRMMG 44020, RQE 28561, 37143. Diretor técnico da clínica Angiomais em Belo Horizonte MG.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
ENTRE EM CONTATO